Tamanho do texto

Exportação de minério cresce em volume mas preço cai

O volume de exportação de minério de ferro cresceu em março, mas o menor preço do produto no mercado internacional fez o valor das vendas externas recuar, mostraram dados da balança comercial brasileira nesta segunda-feira.

A exportação de minério de ferro do Brasil em março atingiu 27,53 milhões de toneladas, crescimento de 11% em ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), divulgados nesta segunda-feira.

Em comparação com o volume de fevereiro, quando o exportação chegou a 22,65 milhões de toneladas, a expansão foi da ordem de 21%. Apesar do aumento no volume, o valor das exportações do minério acumuladas no mês recuou de 2,85 bilhões de dólares para 2,77 bilhões de dólares, ou 3,8 por cento.

Isso porque preço da tonelada do produto apresentou redução de 13,8 por cento frente março de 2011, segundo a média diária contabilizada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A tonelada de minério de ferro comercializada em março foi vendida por 100,8 dólares em março, ante os 116,4 dólares praticados no mesmo mês do ano passado.

O preço do minério de ferro apresentou queda no mercado internacional principalmente no final do ano passado, quando temores de desaquecimento da economia chinesa levaram siderúrgicas a renegociar os preços do insumo.

A balança comercial brasileira fechou o mês de março com saldo positivo de 2,019 bilhões de dólares. O número é quase 30 por cento maior do que a cifra vista um ano antes, de 1,554 bilhão de dólares, e também superou o resultado de fevereiro passado, com saldo de 1,715 bilhão de dólares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.