Tamanho do texto

Canberra, 03 - As exportações de carne bovina da Austrália para todos os principais mercados em novembro recuaram 12% frente ao mês anterior, para 70.360 toneladas, devido à firmeza do dólar australiano, segundo dados oficiais divulgados hoje.

Na comparação anual, o país exportou 17% a menos.

O volume exportado em novembro elevou os embarques totais nos 11 primeiros meses do ano para 850.918 toneladas, segundo dados fornecidos pelo Departamento de Agricultura, Pesca e Silvicultura, que não comenta os números.

O impacto da valorização da moeda local foi mais notável nas exportações para os Estados Unidos, que totalizaram 13.116 toneladas em novembro, 19% abaixo na comparação mensal e 55% menor na anual.

No acumulado, a Austrália exportou 236.630 toneladas para os Estados Unidos, 13% acima em relação aos 11 primeiros meses de 2008. Em 2007, as exportações atingiram 296.099 toneladas.

A Austrália é o segundo maior exportador global de carne bovina depois do Brasil. O valor das exportações anuais no ano fiscal encerrado em 30 de junho alcançou 4,86 bilhões de dólares australianos (0,92 dólar australiano = US$ 1). O país exporta cerca de dois terços da produção nacional.

Um poderoso aumento nas exportações de carne bovina para Indonésia, que surgiu neste ano como quarto principal destino, continuou em novembro, com 5.117 toneladas embarcadas, 16% abaixo do volume de outubro, mas 79% superior ante 2008. Nos 11 primeiros meses do ano, as exportações australianas ao país cresceram 50%, para 45.595 toneladas.

O Japão permaneceu o maior mercado de exportação da Austrália, com 27.720 toneladas embarcadas em novembro, 11% a menos em relação a outubro, mas 3,1% maior frente ao ano anterior.

As exportações para Coreia do Sul em novembro atingiram 10.338 toneladas, declínio de 3,9% ante outubro e de 26% sobre igual período um ano antes. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas