Tamanho do texto

A gigante fabricante de chips Intel Corp informou, depois do fechamento do mercado, que registrou um lucro líquido de US$ 234 milhões (US$ 0,04 por ação) no quarto trimestre, de um lucro de US$ 2,27 bilhões (US$ 0,38 por ação) obtido em igual período do ano passado. A queda de 90% no lucro líquido trimestral refletiu, em parte, uma baixa contábil de US$ 1 bilhão do valor de seu investimento na Clearwire - que oferece acesso a banda larga de internet sobre uma tecnologia chamada WiMax.

A receita no quarto trimestre somou US$ 8,2 bilhões, uma queda de 23% em comparação com os US$ 10,7 bilhões obtidos em igual período de 2007. A previsão de consenso dos analistas entrevistados pela Thomson Reuters era de um lucro de US$ 0,04 por ação sobre uma receita de US$ 8,2 bilhões.

Nas transações do after-hours do mercado norte-americano, as ações da Intel subiam 2,22% em reação ao resultado trimestral em linha com o esperado. No pregão regular desta quinta-feira, as ações da Intel fecharam a US$ 13,29, em alta de US$ 1,61.

A margem bruta da Intel caiu de 58,1% para 53,1% no quarto trimestre, principalmente por causa dos encargos mais altos de subutilização da capacidade das fábricas e baixas contábeis de estoques maiores. Em novembro, a companhia havia reduzido sua projeção de margem bruta para uma faixa entre 53% a 57%, de uma projeção em outubro que era de 57% a 61%.

Em meio à nebulosa economia, a Intel também disse que não forneceria uma previsão para a receita do atual trimestre - contrariando uma prática usual - por causa da "incerteza econômica e visibilidade limitada". "A economia e a indústria estão no processo de restabelecer uma nova base, da qual será retomado o crescimento", disse o executivo-chefe da Intel, Paul Otellini, em comunicado divulgado junto com o balanço. "Nossas novas tecnologias e novos produtos vão nos ajudar a iniciar o crescimento do mercado e prosperar quando a economia se recuperar", acrescentou.

Para propósito interno, a companhia disse que no momento planeja uma receita ao redor de US$ 7 bilhões para o primeiro trimestre. Os analistas entrevistados pela Thompson Reuters preveem vendas de US$ 7,28 bilhões para o primeiro trimestre.

O quarto trimestre tradicionalmente é o mais forte para a indústria de semicondutores, mas quase todo o setor previa uma grande queda nas vendas no período, uma vez que o mercado para computadores e outros produtos eletrônicos de consumo tiveram uma fraca temporada de vendas no final do ano. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.