Tamanho do texto

Medida faz parte de esforço internacional para compensar transtornos gerados pela queda do abastecimento a partir do Oriente Médio

EUA vão liberar reservas estratégicas: barris para acalmar mercado
iG
EUA vão liberar reservas estratégicas: barris para acalmar mercado
Os Estados Unidos vão colocar no mercado até 30 milhões de barris de petróleo de sua reserva estratégica como parte de um esforço internacional para compensar os transtornos gerados pela queda do abastecimento a partir do Oriente Médio.

O secretário de Energia americano, Steven Chu, indicou em comunicado que os Estados Unidos e seus sócios na Agência Internacional de Energia decidiram dispor ao mercado até 60 milhões de barris de petróleo nos próximos 30 dias.

"Adotamos esta medida em resposta à perda atual de petróleo devido aos problemas no abastecimento na Líbia e outros países e seu impacto na recuperação econômica global", indicou Chu.

Para o secretário, "na medida em que avancemos seguiremos supervisionando a situação e estamos dispostos a adotar medidas adicionais se for necessário".

A reserva estratégica de petróleo dos Estados Unidos conta atualmente com 727 milhões de barris, um nível considerado historicamente alto pelo Departamento de Energia.

Pouco após o anúncio, a cotação do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) em Nova York ficou abaixo dos US$ 90 o barril, quase 5% a partir dos preços na abertura dos mercados de quarta-feira.

A tendência de baixa começou na terça-feira depois de o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, cortasse a expectativa de crescimento econômico para os EUA este ano.

Esta é a terceira vez em sua história que a Agência Internacional de Energia decidiu colocar no mercado parte de suas reservas. Nos últimos meses, o governo do presidente Barack Obama tem enfrentado pressões crescentes para a abertura da reserva frente à diminuição das provisões e o aumento dos preços dos combustíveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.