Tamanho do texto

Washington, 13 mar (EFE).- Os Estados Unidos disseram hoje que continuam sendo um bom país para os investimentos, numa tentativa de tranqüilizar a China em relação ao seu crescente déficit fiscal.

"Não há investimento mais seguro do que os feitos nos Estados Unidos", afirmou o porta-voz do Departamento de Estado depois que, em Pequim, o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, se disse preocupado com os investimentos de seu país nos Estados Unidos.

"Quero aproveitar a oportunidade e apelar aos EUA para que cumpram sua palavra e se mantenham como país confiável e protejam a segurança dos ativos chineses", disse Wen aos jornalistas após uma sessão parlamentar.

A China é o maior credor dos EUA, com cerca de US$ 1 bilhão , principalmente em bônus do Governo.

Um pouco antes, Lawrence Summers, principal conselheiro econômico do presidente Barack Obama, tinha dito que os investimentos chinesas nos EUA não correm riscos.

Ao mesmo tempo, destacou que existe um "temor excessivo", sobretudo entre os americanos, a respeito da situação econômica.

O funcionário acrescentou que já há surgem indícios "modestos, mas encorajadores", sobre uma melhora, incluindo um aumento nos gastos dos consumidores. EFE ojl/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.