Tamanho do texto

SÃO PAULO - Apesar da intervenção do Banco de Espanha, a jornada de hoje transcorre com tranquilidade nas agências do Caja Castilla-La Mancha (CCM). Ontem, a autoridade monetária espanhola comunicou que ficará com o controle do CCM, o primeiro socorro de um banco na Espanha desde o início da crise financeira global.

O governo também está apoiando a instituição com 9 bilhões de euros em garantias.

O ministro das Finanças da Espanha, Pedro Solbes, comentou ontem que a intervenção no CCM foi um caso isolado e que o sistema bancário do país como um todo permanece "extremamente saudável".

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.