Tamanho do texto

A forte queda dos mercados de ações dos EUA ontem à tarde pode ter sido causada pelo erro de um operador, que registrou ordem de venda de US$ 16 bilhões no lugar de US$ 16 milhões em um tipo de contrato chamado e-mini - atrelado a índices futuros de ações. Representantes das grandes bolsas dos EUA e da Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana) fizeram diversas conferências telefônicas emergenciais para examinar o que ocorreu.

A forte queda dos mercados de ações dos EUA ontem à tarde pode ter sido causada pelo erro de um operador, que registrou ordem de venda de US$ 16 bilhões no lugar de US$ 16 milhões em um tipo de contrato chamado e-mini - atrelado a índices futuros de ações. Representantes das grandes bolsas dos EUA e da Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana) fizeram diversas conferências telefônicas emergenciais para examinar o que ocorreu. No início da noite de ontem, o Nasdaq OMX Group informou que a bolsa está trabalhando com outros mercados para cancelar todas as transações executadas com preços que estavam mais de 60% acima ou abaixo do último valor impresso antes das 14h40 de Nova York. Os cancelamentos afetarão as transações feitas entre 14h40 e 15h locais e as decisões não serão passíveis de recursos. Durante esse intervalo de 20 minutos, as ações da Procter & Gamble recuaram até 37%. Queda similar ocorreu com outras ações, como a 3M, segundo um funcionário da Bolsa de Nova York. Os índices recuperaram parte das perdas perto do fechamento. Ainda assim, os papéis apagaram boa parcela dos ganhos acumulados no ano.