Tamanho do texto

Para o ex-diretor do Banco Central (BC) José Júlio Senna, o aperto monetário virá em abril. O BC tem motivos que justifiquem uma alta da taxa de juros? Existe um monte de motivos, mas isso não quer dizer que o BC elevará o juro já na reunião de março.

É ligeiramente mais provável que esse movimento aconteça só em abril.

Que motivos são esses?

A demanda interna cresce em ritmo forte, de dois dígitos, e já se percebe ausência de capacidade ociosa na indústria. As variações de preços de caráter sazonal no início do ano produziram efeitos adversos sobre as expectativas. Os modelos de projeção de inflação sugerem taxa superior a 5,10% para o ano, acima do centro da meta.

Por que o BC não subiria o juro agora em março?

Nas três últimas mudanças importantes dos rumos da política monetária, o BC optou por dar dois sinais seguidos de propensão a mudar. É como se ele tivesse seguido uma espécie de protocolo. Quando já havia certa probabilidade de mudança, o BC avisou que iria acompanhar os acontecimentos macros. Na reunião seguinte. disse que iria monitorar atentamente. Essa é a chave: na reunião seguinte, mexeu no juro. No último encontro, já deu sinal de que está acompanhando. Nesta de março, o esperado é que não faça nada e diga que vai monitorar atentamente. Se isso ocorrer, a alta do juro em abril é certa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.