Tamanho do texto

Preços ao consumidor subiram 2,7% em relação ao mesmo mês de 2010; na comparação com abril, índice ficou estável

Maiores custos de combustíveis e energia pressionaram a inflação anual da zona do euro em maio.

A agência de estatísticas Eurostat informou nesta quinta-feira que os preços ao consumidor ficaram estáveis em maio sobre abril e subiram 2,7% em relação a maio de 2010, desacelerando ligeiramente ante a taxa anual de 2,8% vista em abril.

Os custos de combustíveis para transporte contribuíram com 0,48 ponto percentual para a leitura anual. Os combustíveis para aquecimento foram responsáveis por 0,15 ponto e a eletricidade, por 0,12 ponto.

Na comparação mensal, os preços de alimentos foram a principal pressão para cima, contrabalançada por um declínio nos custos de pacotes de férias e combustíveis.

O BCE tem como meta manter a inflação do ano pouco abaixo de 2%.

Em outro relatório a Eurostat mostrou que o emprego na zona do euro ficou estável no primeiro trimestre em relação aos três meses anteriores e subiu 0,1% sobre igual período do ano passsado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.