Tamanho do texto

Maior empresa mundial de cigarros faturou US$ 8,3 bilhões no segundo trimestre do ano

A Philip Morris International, a maior empresa mundial de cigarros, reportou hoje que suas vendas líquidas cresceram 17,2% alcançando US$ 8,3 bilhões (R$ 13 bilhões). Excluindo o efeito de conversão de moedas, a alta foi de 10,2% no segundo trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2010.

Na região que inclui todos os países da América Latina e o Canadá, a receita líquida cresceu 5,8% (excluindo efeitos cambiais) passando de US$ 754 milhões para US$ 828 milhões no trimestre. Nos primeiros seis meses do ano, a alta (excluindo efeitos de moeda) foi de 7,3% na região.

Segundo a empresa, os bons resultados aconteceram por contas de vendas melhores na Ásia, principalmente na Indonésia, Japão e Coreia. Na região que inclui o Brasil (América Latina e Canadá), as vendas em volume caíram 4,8%.

No Brasil, houve aumento de preços em abril, o que impactou as vendas. Na Argentina, porém, houve alta nas vendas, conforme o relatório da companhia, fabricante das marcas Marlboro e L&M.