Tamanho do texto

Com a compra da FEMSA, fabricante de cervejas holandesa tem lucro líquido de US$ 719 milhões

A holandesa Heineken, uma das principais produtoras de cerveja do mundo, anunciou nesta quarta-feira um aumento de 24% em ritmo anual no volume de vendas no terceiro trimestre, graças à compra da mexicana FEMSA.

O faturamento aumentou 13%, a 4,62 bilhões de euros (US$ 6,4 bilhões), segundo a empresa. O grupo informou ter registrado um lucro líquido de 520 milhões de euros (US$ 719 milhões) no terceiro trimestre.

A Heineken passou a contabilizar a partir de 1º de maio no cálculo seus resultados os números da mexicana FEMSA, líder da América Latina com marcas como Sol e Dos Equis. A empresa holandesa anunciou em janeiro a compra da FEMSA por 5,3 bilhões de euros (US$ 7,7 bilhões).

A Heineken, terceira maior empresa do mundo por volume de produção, tem mais de 200 marcas de bebida, com destaque para as cervejas Heineken, Amstel, Cruzcampo, Birra Moretti, Foster's, Strongbow e Tiger.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.