Tamanho do texto

Clube responsabilizou a Liga de Baisebol por não aprovar um acordo de US$ 3 bilhões com o canal de TV Fox

Dodgers pede concordata nos EUA
Divulgação
Dodgers pede concordata nos EUA
O time de baisebol americano Los Angeles Dodgers, da Califórnia, entrou com pedido de concordata na corte de Delaware , nos Estados Unidos, mas informou que todos os seus jogadores serão pagos.

O clube responsabilizou a Liga de Baseibol do País por não aprovar um acordo de US$ 3 bilhões (R$ 4,8 bilhões) com canal de TV Fox Sports e com o qual Frank McCourt, dono do Los Angeles Dodgers, contava para honrar os pagamentos, segundo informou o jornal Huffpost Los Angeles.

O pedido de concordata (conhecido como Capítulo 11 da lei de falência americana) permitirá que o Dodgers utilize US$ 150 milhões para manter suas operações diárias e dá tempo para que o clube busque um acordo de mídia para assegurar sua receita.

“Não haverá nenhuma interrupção nas atividades diárias, nem para o time e nem para o fãs do Dodgers”, disse o clube em comunicado. 

Entre os maiores credores sem garantias do Dodger estão os jogadores Manny Ramirez, para o qual o clube deve US$ 21 milhões, e Andruw Jones, com US$ 11 milhões a receber.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.