Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Sites unem amigos e conhecidos em busca de desconto

Peixe Urbano e ClickOn são dois dos sites brasileiros de compras coletivas que apostam na força das redes sociais no País

Bruna Bessi, iG São Paulo |

Cursos, jantares, diárias em hotéis, tratamentos estéticos em spas e até consultoria em moda são alguns dos serviços oferecidos na Web com descontos que chegam a 90% para os internautas dispostos a compartilhar as promoções com seus amigos e conhecidos. As ofertas são o grande atrativo dos sites de compras coletivos, que começam a invadir a internet brasileira.

O conceito não é novo. Nos Estados Unidos, por exemplo, sites como o GroupOn e o FourSquare já reúnem grande número de pessoas dispostas a compartilhar ofertas com suas redes de relacionamento em busca dos mais variados tipos de descontos. A inovação no Brasil está nos serviços oferecidos e na forma como as ofertas são divulgadas, conta Júlio Vasconcellos, fundador do Peixe Urbano.

“Aqui há uma cultura de desconto muito diferente da que existe nos EUA. O brasileiro é mais espontâneo, gosta de eventos e de happy hours, por exemplo. Por isso, buscamos serviços que tivessem mais a ver com a nossa cultura”, diz Vasconcellos, que antes de montar o site no Brasil morou e trabalhou por cinco anos no Vale do Silício.

Divulgação
Promoção oferecida pelo site Peixe Urbano
Inaugurado em março no Rio de Janeiro, o Peixe Urbano acaba de chegar à cidade de São Paulo e a previsão é de que sejam lançadas, nos próximos meses, as operações de Brasília, Salvador, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte. O site busca serviços e ofertas em cada cidade e as disponibiliza aos usuários diariamente. Para que o desconto tenha validade, há um número mínimo de compradores e um tempo limite de compra.

Após efetuar a compra os consumidores devem esperar que a cota mínima da oferta seja atingida; caso isso não ocorra, o dinheiro é devolvido. As redes sociais auxiliam na divulgação das promoções, pois quem já comprou indica o serviço a amigos para atingir o número mínimo necessário. “Comprar coletivamente é algo social. A maior parte de nosso crescimento é proporcionada pela indicação dos clientes. O maior marketing é o produto em si”, afirma Vasconcellos.

No próximo dia 10, é a vez do ClickOn inaugurar seu site de compras coletivas em São Paulo. Segundo Marcelo Macedo, CEO da empresa, a tendência é que haja uma expansão no número de sites deste ramo. “É um mercado em crescimento; a concorrência irá aumentar muito. A vantagem é que levamos o cliente ao ponto de venda. Mas, para se manter no mercado, é preciso muito foco em qualidade e na diversidade das ofertas”, diz.

Redes sociais impulsionam modelo de negócios 

Para as empresas parceiras, os sites de compras coletivas representam uma alternativa de vendas bastante interessante, já que elas anunciam gratuitamente suas ofertas, conseguem clientes de diversos perfis e pagam comissão aos sites apenas depois que as pessoas adquirem os serviços. Fábio Seixas, fundador do site Camiseteria.com, anunciou 120 vales-compra no valor de R$ 55,00 e em menos de 10 horas vendeu tudo. “Atingimos pessoas diferentes e numa velocidade muito boa. Iremos repetir o anúncio em outras cidades”, afirma.

A tendência das vendas online está relacionada ao aumento do acesso à internet no Brasil. Além disso, as redes sociais, principalmente o Facebook e o Twitter, ampliam a comunicação das empresas com seus consumidores. “O maior benefício das redes para o setor empresarial é a possibilidade que as pessoas têm de conhecer melhor o produto”, diz Diego Monteiro, consultor de redes sociais. 


 

Leia tudo sobre: sites de compras coletivasClickOnPeixe Urbano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG