Tamanho do texto

Alunos da PUC-RS pré-selecionados pela Azul terão desconto, mas outros estudantes poderão contratar a linha; iG antecipou anúncio

O Santander, a Azul e a PUC-RS firmaram nesta quinta-feira uma parceria para financiar as aulas práticas para a formação de pilotos, conforme antecipou ontem a reportagem do iG . Os alunos de Ciências Aeronáuticas da PUC-RS terão desconto na taxa de juros, que será de 1,89% ao mês. Eles farão uma pré-seleção na Azul e terão emprego garantido como copilotos assim que se formarem.

“O piloto passa por processo seletivo e a partir desse momento é indicado ao Santander para obter um diferencial na taxa de juros”, diz Álvaro Net diretor de operações da Azul. A Azul vai precisar contratar entre 150 e 180 pilotos até o fim do ano.

Segundo Daniel Mitraud, gerente-executivo do Santander Universidades, os demais interessados em obter crédito para fazer as aulas práticas de voos também poderão contratar o financiamento. Para eles, a taxa de juros será maior, de cerca de 3% ao mês. O prazo de pagamento para todos os alunos é de 60 meses.

Em um segundo momento, o banco poderá estender as mesmas condições oferecidas aos alunos da PUC-RS a estudantes de outras instituições. “A PUC é reconhecida como uma das universidades mais especializadas em aviação, mas se outras universidades constituírem cursos para pilotos podemos avaliar novas parcerias”, diz Jamil Hannouche, diretor do Santander Universidades.

Formação cara

O investimento total para a formação de um piloto supera o valor de R$ 100 mil. Apenas as aulas práticas de voo custam cerca de R$ 60 mil. Até então, não existiam linhas de crédito para parcelar esse valor.

Estima-se que a cada 500 alunos que ingressam no curso de pilotos, apenas 50 chegam até o final do curso. O principal motivo de desistência é o alto custo da formação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.