Tamanho do texto

A Rio Tinto negou as notícias divulgadas na imprensa australiana de que decidiu encerrar a proposta para criação de uma joint venture de minério de ferro de US$ 116 bilhões com a BHP Billiton

selo

A Rio Tinto negou as notícias divulgadas na imprensa australiana de que decidiu encerrar a proposta para criação de uma joint venture de minério de ferro de US$ 116 bilhões com a BHP Billiton. O jornal The Sydney Morning Herald reportou, na sua edição de quarta-feira, citando fontes não identificadas, que a Rio Tinto está se preparando para abandonar o acordo. A mineradora declarou em comunicado que não tomou qualquer decisão final "sobre um possível fim ou os próximos passos" para a joint venture. No entanto, a Rio Tinto afirmou que o conselho de diretores da companhia admitiu, numa reunião na segunda-feira, que as agências reguladoras do Japão, Coreia, União Europeia e Austrália indicaram que pode haver obstáculos para obtenção de aprovação regulatória para a criação da joint venture com a BHP. Segundo o jornal, as fontes disseram que a Rio Tinto planejava informar sua decisão à BHP nesta terça-feira. A publicação também afirmou que o presidente da Rio Tinto, Jan du Plessis, disse a outros diretores do conselho de administração que ele não acreditava que a BHP seria contra o cancelamento do acordo. A oposição de autoridades regulatórias da Europa e da China à proposta para a criação da joint venture, que se seguiu à oferta mal sucedida da BHP para comprar a Rio Tinto em 2008, já era prevista, tendo em vista as preocupações dos efeitos do negócio sobre os preços do aço no mundo. As informações são Dow Jones.