Tamanho do texto

SK Networks comprará US$ 700 milhões em novas ações da mineradora de Eike Batista

A MMX anunciou nesta segunda-feira acordo com a sul-coreana SK Networks para fornecimento de minério de ferro com escoamento pelo Porto Sudeste, que a LLX desenvolve no Rio de Janeiro.

Pelo acordo, a SK Networks comprará US$ 700 milhões em novas ações da mineradora de Eike Batista ao mesmo tempo em que a empresa fará oferta pública de permuta para comprar 100% da LLX Sudeste, detentora do porto, por US$ 2,3 bilhões.

O acordo prevê que a SK Networks e a MMX farão um contrato de fornecimento do minério de ferro envolvendo a produção das minas da MMX Sudeste e da MMX Chile.

A transação envolve a emissão pela MMX de até US$ 2,2 bilhões em novas ações ordinárias a R$13,963 por ação. Este preço será usado pela SK para compra dos novos papéis a serem emitidos pela mineradora.

"A MMX espera utilizar o capital levantado para financiar parte da aquisição da LLX Sudeste e para adquirir novos recursos e reservas de minério de ferro no Estado de Minas Gerais", informa a companhia em comunicado.

A SK Networks opera em 22 países e suas atividades envolvem trading de recursos naturais, petróleo e telecomunicações. A companhia faz parte do Grupo SK, quarto maior conglomerado da Coreia.

O volume de minério de ferro fornecido à SK Networks "não poderá ser inferior à participação da SK Networks na MMX no que diz respeito à produção da MMX Sudeste e de até 50% da produção total de minério de ferro das minas da MMX Chile", segundo comunicado da mineradora.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.