Tamanho do texto

Valor da operação da maior engarrafadora da marca na América Latina é de US$ 790 milhões

A engarrafadora mexicana Coca-Cola FEMSA (KOF), a maior da marca na América Latina, disse na terça-feira que chegou a um acordo para se unir à divisão de bebidas do Grupo Tampico.

O valor da operação é de 9,3 bilhões de pesos (US$ 790 milhões), afirmou a KOF, que entregará 63,5 milhões de novas ações série "L" ao preço de 103,2 pesos cada ao Grupo Tampico, além de assumir dívida de 2,75 bilhões.

As ações a serem emitidas representam apenas 3,3% do capital social da KOF.

"Estamos entusiasmados com nossa associação à primeira franquia da história da Coca-Cola no México. Essa fusão reforçará a posição de liderança de nossa companhia no México e na América Latina", disse o diretor-geral da KOF, Carlos Salazar, em comunicado.

Analistas do setor estavam à espera de uma atitude por parte da KOF, associação entre a mexicana FEMSA e a Coca-Cola, para firmar sua posição em um mercado cada vez mais competitivo depois da fusão das empresas de bebidas mexicanas Arca e Contal.

A Arca e a Contal se fundiram em uma nova companhia, criando um importante competidor no sistema da Coca-Cola na região.

A operação da KOF e do Grupo Tampico ainda precisa receber a aprovação do grupo da Coca-Cola, The Coca-Cola Company, e da Comissão Federal de Concorrência (CFC), órgão antitruste do México, mas espera-se que possa ser concretizada no terceiro trimestre.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.