Tamanho do texto

Afetadas por crise europeia, companhia lucrou 1,44 bilhão de euros; vendas da companhia aumentaram 1,7% no período

selo

O conglomerado industrial Siemens reportou que seu lucro líquido caiu 16,2% no primeiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de dezembro de 2011, para 1,44 bilhão de euros, de 1,72 bilhão de euros no mesmo período do ano fiscal anterior, afetado pela crise da dívida da Europa. Os resultado ficou em linha com as expectativas dos analistas. As vendas da companhia aumentaram 1,7% no primeiro trimestre fiscal, para 17,9 bilhões de euros.

Às 8h20 (de Brasília), as ações da empresa recuavam 3,99%. A companhia confirmou sua previsão para o ano fiscal, que termina em setembro, mas alertou novamente que para cumprir as metas precisará de um trabalho duro após registrar queda de 4,9% das encomendas no primeiro trimestre, para € 19,81 bilhões. Os analistas tinham previsto um declínio das encomendas de 2,7%.

Em novembro do ano passado, a Siemens previu que suas vendas aumentariam entre 3% e 5% no ano fiscal 2012, graças a uma carteira de encomendas elevada e um lucro proveniente de operações continuadas estável de 6 bilhões de euros. O chefe-executivo da companhia, Peter Loescher, disse hoje, contudo, que o crescimento das vendas deverá ficar na ponta mais baixa da faixa pretendida. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas