Tamanho do texto

A fabricante de aviões canadense Bombardier obteve lucro líquido de US$ 168 milhões (US$ 0,09 por ação) no seu terceiro trimestre fiscal, terminado em 31 de outubro, 26% menor que o de US$ 226 milhões (US$ 0,12 por ação) de igual período do ano passado. A receita ficou em linha com a do terceiro trimestre fiscal de 2008, em US$ 4,6 bilhões.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237575292239&_c_=MiGComponente_C

Analistas haviam previsto, em média, lucro de US$ 0,09 por ação e receita de US$ 4,6 bilhões. O fluxo de caixa livre somou US$ 72 milhões no período, 68% menor que o de US$ 226 milhões de igual intervalo do ano passado.

O segmento aeroespacial do grupo obteve receita de US$ 2,1 bilhões, e o de transporte, de US$ 2,5 bilhões. O volume de pedidos em carteira em 31 de outubro era de US$ 47,4 bilhões. A crise econômica prejudicou seriamente o mercado de jatos executivos.

Na semana passada, a Bombardier disse que vai reduzir sua produção de jatos regionais no ano que vem e eliminar 715 empregos, principalmente em suas instalações em Montreal.

Também nesta quinta-feira, a fabricante canadense disse que a AMR Eagle Holding está exercendo uma opção para adquirir 22 jatos regionais do modelo CRJ700. Tomando como base os preços de catálogo, essa transação vale US$ 779 milhões. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: Bombardier

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.