Tamanho do texto

SÃO PAULO - A venda de materiais de construção considerados de acabamento superou o desempenho dos itens básicos em maio, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat)

SÃO PAULO - A venda de materiais de construção considerados de acabamento superou o desempenho dos itens básicos em maio, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). De janeiro a maio, as vendas para acabamento cresceram 7,80% em relação ao mesmo período do ano passado. Os básicos tiveram queda de 3%, na mesma comparação. "É provável que o comportamento se equilibre entre os materiais de base e acabamento nos próximos meses. O ciclo natural de uma obra pode durar de um ano e meio a dois anos em média", comenta Melvyn Fox, presidente da Abramat. O faturamento total do setor em maio apresentou crescimento de 6,48% na comparação com o mês de abril. No acumulado de janeiro a maio deste ano, as vendas apresentaram um crescimento de 0,57% em relação a 2010. "Isso mostra que o setor continuará crescendo aquem das expectativas previstas no começo do ano, mas continuará a acompanhar a tendência da economia brasileira como um todo", explica a Abramat. Já o número de empregados teve alta de 1,15% em maio, na comparação com abril. A estimativa do setor para o ano continua em alta de 7%. (Karen Camacho | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.