Tamanho do texto

Companhia controlada pela Cemig alegou que as condições atuais do mercado não estariam alinahadas com expectativas de acionistas

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa), que é controlada pela Cemig, desistiu do plano de realizar uma captação externa no valor de aproximadamente R$ 1,4 bilhão. A companhia pretendia emitir títulos com prazo de dez anos, mas decidiu suspender os esforços de realização da oferta, alegando que as condições atuais do mercado não estariam alinhadas com as expectativas dos acionistas.

Nesta terça-feira, a empresa cancelou a assembleia geral extraordinária que havia sido convocada para a próxima sexta-feira em que os acionistas avaliariam a proposta. O comunicado da companhia vai na contramão de perspectivas mais positivas para as captações externas, com um maior apetite dos investidores internacionais por riscos, em meio à melhora das negociações para uma solução da crise na Europa, conforme mostrou reportagem do Valor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas