Tamanho do texto

Desenvolvimento da unidade de processamento de gás natural Sábalo abrange perfuração de três poços, um já iniciou a produção

A Petrobras Bolívia, operadora do Bloco San Antonio, com 35% de participação, inaugurou a terceira unidade de processamento de gás natural da produtora de gás de Sábalo. O investimento na unidade foi de US$ 115 milhões (aproximadamente R$ 200 milhões). Além da Petrobras Bolívia, são sócias no empreendimento a YPFB Andina, com 50%, e a Total, com 15%.

"Este empreendimento concretiza o compromisso assumido para a segunda fase do Plano de Desenvolvimento de Sábalo, que abrange a perfuração de três poços (SBL-7, SBL-8 e SBL-9), dos quais o primeiro já iniciou a produção no último mês de dezembro. Os outros dois iniciarão a produção em 2012 e 2014, respectivamente", disse a estatal, em nota.

O plano, que recebeu investimentos de US$ 300 milhões, incluiu as adequações das unidades 1 e 2 e permitiu antecipar o aumento de 15% da produção de gás, o equivalente a mais de 2 milhões de metros cúbicos por dia. A terceira unidade de Sábalo tem a função de eliminar contaminantes, separar e estabilizar o gás antes de entregá-lo à YPFB que, por sua vez, abastece tanto o mercado doméstico quanto o externo.

A capacidade de processamento é de 6,7 milhões de metros cúbicos por dia. Com o início das operações, a produção do Bloco San Antonio subiu para 17 milhões de metros cúbicos por dia em janeiro de 2012. A partir de junho próximo, após a conclusão do poço SBL-8, o volume da produção chegará a 19 milhões de metros cúbicos diários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.