Tamanho do texto

Receita, entretanto, aumentou 37% devido a uma contribuição maior das operações de exploração e produção da companhia

selo

A Petrochina informou nesta quinta-feira que seu lucro caiu 5% em 2011, para 132,96 bilhões em yuans (US$ 21,07 bilhões), contra um lucro de 139,99 bilhões de yuans em 2010. A receita aumentou 37%, para 2,004 trilhões de yuans, de 1,465 trilhão de yuans, devido a uma contribuição maior das operações de exploração e produção da companhia.

No ano passado, o lucro operacional da divisão de exploração e produção aumentou 43%, para 219,5 bilhões de yuans, de um lucro operacional de 153,70 bilhões de yuans em 2010, à medida que o preço médio de venda de seu petróleo bruto saltou 31%, para 4.748 yuans a tonelada.

No entanto, a divisão de refino da companhia passou de um lucro operacional para um prejuízo operacional de 60,09 bilhões de yuans, em parte porque o sistema chinês de preços domésticos dos combustíveis impede a companhia de repassar integralmente os custos mais elevados das matérias-primas para os motoristas e outros consumidores de petróleo, reduzindo as margens de refino.

A Petrochina intensificará os esforços para desbloquear as reservas de gás de xisto inexploradas da China para atender à demanda de gás natural do país, afirmou o vice-presidente da empresa, Zhou Jiping. A empresa espera que sua produção de gás de xisto alcance 1,5 bilhão de metros cúbicos até 2015, representando 23% da produção total do país, afirmou Zhou. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.