Tamanho do texto

Em entrevista à Bloomberg, empresário afirma que existem mais interessados, após acordo de US$ 2 bi com fundo de Abu Dhabi

Eike Batista: ambição de ser o mais rico do mundo
Getty Images
Eike Batista: ambição de ser o mais rico do mundo
Eike Batista já está negociando com fundos soberanos a venda por US$ 1 bilhão (R$ 1,8 bilhão) de uma participação adicional no Grupo EBX, conglomerado que controla as empresas OGX Petroleo e Gas, o estaleiro OSX Brasil e a mineradora MMX, entre outros negócios.

A informação foi fornecida pelo empresário brasileiro à Bloomberg, que o entrevistou ontem à noite por telefone.

Leia também: Mubadala investe US$ 2 bilhões no grupo EBX de Eike Batista

“Existem outros fundos que estão interessados em entrar (no Grupo EBX)”, disse Eike, que estava no Rio de Janeiro. “Eu não quero diluir a minha participação, eu só quero ter dinheiro suficiente para fazer tudo que sonho. Queremos estar numa posição extremamente confortável”, disse o magnata brasileiro, o homem mais rico do País.

“Pense que estou adicionando outro turbo em meu motor”, afirmou Eike à Bloomberg sobre a operação fechada na segunda-feira com o fundo de Abu Dhabi.

De acordo com o programa de TV “Inside Track”, da Bloomberg, com essas operações, Eike está a caminho de se transformar no homem mais rico do mundo, posto ocupado hoje pelo magnata mexicano do setor de telecomunicações Carlos Slim. Eike está atualmente em 11ª lugar no ranking mundial dos bilionários.

Na segunda-feira, Eike vendeu por US$ 2 bilhões uma participação de 5,63% do Grupo EBX para o fundo Mubadala Development Co., de Abu Dhabi, conseguindo atrair para o seu império dinheiro do mundo petróleo.

Eike está levantando recursos para aplicar em ativos de petróleo e mineração, além de diversificar seus  negócios com investimentos em setores como tecnologia e entretenimento. O acordo fechado com Mubadala faz com que a participação de Eike no Grupo EBX passe a ter valor de US$ 33,5 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.