Tamanho do texto

Operação permitirá que o market share da Cemig no segmento de transmissão salte de 6,5% para 8,6% em termos de receita

A Taesa, empresa de transmissão de energia elétrica controlada pela estatal mineira Cemig, acertou a compra de parte dos ativos da espanhola Abengoa no Brasil por 1,099 bilhão de reais.

A Taesa comprou a totalidade da Nordeste Transmissora de Energia. Além disso, adquiriu uma participação indireta de 50% da Sul Transmissora de Energia, ATE, ATE II, ATE III --empresas que continuarão a ter a Abengoa como sócia com metade do capital.

O grupo espanhol disse que a sociedade compartilhada com a Cemig será um veículo estratégico para o crescimento da Abengoa no negócio de transmissão de energia elétrica no Brasil.

No caso da Cemig, a operação permitirá que seu market share no segmento de transmissão no país salte de 6,5% para 8,6% em termos de receita.

A rede de transmissão da Taesa deve ser expandida para 6.250 quilômetros, ante 3.712 quilômetros atualmente, incremento de 68%.

Além disso, a aquisição dos ativos elevaria em R$ 200 milhões a geração de caixa da Taesa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), considerando os números de 2010 sem ajustes contábeis.

Mais ativos

Os ativos restantes da Abengoa no Brasil podem ser de interesse da estatal mineira no futuro, disse o presidente da Cemig, Djalma Bastos de Morais, durante encontro com analistas em Belo Horizonte nesta sexta-feira.

"Vamos continuar analisando todos os ativos disponíveis, sejam em leilões, sejam em aquisições, e não somente em transmissão", afirmou. "Mas (o negócio) só será viabilizado se agregar valor."

A conclusão da compra de parte dos ativos da Abengoa no Brasil pela Taesa ainda depende da aprovação em assembleia geral de acionistas, além de parecer da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Os recursos obtidos com a venda dos ativos ajudarão a Abengoa a reduzir seu endividamento líquido em 656 milhões de euros. A dívida da espanhola está em 5,3 bilhões de euros atualmente.

Nesta sexta-feira, a Abengoa também anunciou a venda da fatia de 40% que possui na norte-americana Telvent para a francesa Schneider Electric.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.