Tamanho do texto

Empresa alemã compra 10% do braço de energia do Grupo X, de Eike Batista

selo

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou hoje a criação de uma joint venture entre a MPX Energia e a E.On para desenvolvimento, execução e operação de empreendimentos de energia térmica renovável no Brasil e no Chile, além da atuação em suprimento e comercialização.

A votação foi realizada em bloco, por unanimidade e sem restrições. O acordo de investimento celebrado entre as partes prevê a aquisição de 10% do capital social da MPX pela E.On por meio da "integralização de novas ações a serem emitidas pela MPX".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.