Tamanho do texto

Campo pode ter reservas superiores ao de Tupi, na região do pré-sal, com 16 bilhões de barris

O volume das reservas do prospecto Libra, no pré-sal da bacia de Santos, será divulgado na sexta-feira, afirmou nesta quinta-feira uma diretora da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Libra, perfurado pela Petrobras a pedido da ANP, pode ter reservas superiores às de Tupi, a principal área do pré-sal já descoberta com reservas recuperáveis estimadas.

O prospecto de Libra não entrou no processo da cessão onerosa da Petrobras, e a mega reserva deverá ser o primeiro poço do pré-sal a ser leiloado pela ANP --ainda não há uma data para isso ocorrer.

Segundo estimativas da Gaffney, Cline & Associates, as reservas de Libra podem atingir até 16 bilhões de barris de óleo equivalente, ou o dobro de Tupi, no cenário mais otimista.

No cenário moderado da consultoria, as reservas teriam 7,9 bilhões de barris de óleo equivalente.

De acordo com a diretora da ANP, Magda Chambriard, os estudos serão finalizados até sexta-feira.

Ela ainda desmentiu que a ANP tenha tido acesso a informações sobre uma eventual nova descoberta gigante da Petrobras, objeto de rumores de mercado na quarta-feira.

"Não sabemos de nada disso", disse Magda, ao lado do diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, que também disse desconhecer o assunto.

(Reportagem de Denise Luna)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.