Tamanho do texto

Foram solicitados documentos de várias usinas e aquela que apresentar dados mais completos será utilizada para aplicação de modelo

selo

O diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, disse hoje que a agência reguladora tomará uma usina como referência para fazer cálculos sobre a eventual renovação das concessões a partir de 2015. Segundo ele, foram solicitados documentos de várias usinas e aquela que apresentar dados mais completos será utilizada para aplicação dos modelos que calcularão a depreciação dos ativos, além dos custos operacionais que deverão ser levados em consideração para a modicidade tarifária.

A intenção da Aneel é utilizar esse exemplo para apresentar à presidência da República e ao Ministério de Minas e Energia o potencial impacto no preço da energia, caso o caminho escolhido pelo governo seja de fato a renovação das concessões. Pela manhã, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o governo ainda está discutindo a questão das concessões das empresas de energia elétrica. Disse que não há definição pela prorrogação ou nova licitação. Desde já, o ministro alertou para o fato de que a redução do preço da energia será "muito menor do que se imagina".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.