Tamanho do texto

Empreiteira questiona o leilão que deu ao consórcio liderado pela Triunfo o controle do aeroporto

selo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou há pouco que a Odebrecht tentou juntar ao recurso que encaminhou à Comissão Especial de Licitação mais um documento questionando o resultado do leilão de Viracopos (SP). O pedido, porém, não será apreciado pela Comissão, porque foi enviado fora do prazo.

Na segunda-feira, 26, a Comissão publicou parecer considerando improcedente o recurso movido pelo consórcio da companhia, contra o vencedor, liderado pela Triunfo . No dia 22, a Odebrecht enviou novo documento que não foi analisado pela comissão, porque chegou fora do prazo. Mas o texto, que seguiu para a diretoria junto com o parecer da Comissão, poderá ser levado em consideração pelos diretores.

O principal questionamento da Odebrecht é em relação a falta de apresentação de documento, por parte da francesa Egis, que integra o consórcio vencedor, como exige o edital. A decisão final da diretoria da Anac está prevista para sexta-feira, 30.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.