Tamanho do texto

Operadora de logística consegue reduzir perdas em relação ao mesmo período de 2010

A operadora logística ALL teve prejuízo de 32,5 milhões de reais no quarto trimestre, ante prejuízo um ano antes de R$ 40,6 milhões no resultado pró-forma, informou a companhia, nesta terça-feira.

No fechado de 2011, o lucro líquido cresceu 2,3%, para R$ 244,9 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de 274,1 milhões de reais, alta de 11,2% sobre o mesmo período do ano anterior. A margem foi de 36,9 por cento, avanço sobre os 36,1% de um ano antes.

A receita líquida do quarto trimestre somou R$ 742,4 milhões, alta de 8,7% sobre o faturamento pro forma de um ano antes. No acumulado do ano, a receita somou R$ 3,2 bilhões, crescimento de 9,3%.

Os resultados pró-forma do quarto trimestre e do ano de 2010 contabilizam as empresas Brado e Ritmo como se já tivessem sido criadas nesse períodos, segundo a ALL.

O volume transportado pelas operações ferroviárias da ALL no Brasil, onde está a maior parte da malha da companhia, aumentou 7,7% no quarto trimestre, enquanto no ano o volume subiu 8,2%, abaixo da meta de longo prazo da companhia de expansão de 10%.

"Não conseguimos crescer volume por meio de novos projetos no nível que precisaríamos para compensar a redução da atividade industrial durante o ano", afirmou a ALL no balanço.

Para 2012, a companhia estima um cenário mais difícil em commodities agrícolas no sul do país, quando comparado a 2011, uma vez que a safra foi afetada por secas. "No entanto, a produção total de grãos no Estado do Mato Grosso deve crescer. No segmento industrial, a produção no Brasil deve recuperar após o fraco desempenho registrado em 2011."

(Por Sérgio Spagnuolo)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.