Tamanho do texto

Maior parte do aporte será voltado para a distribuição de energia

O Grupo AES Brasil pretende investir cerca de R$ 4,7 bilhões em seus ativos de distribuição de energia entre 2012 e 2016, e outros R$ 814 milhões nos ativos de geração, totalizando em cerca de R$ 5,5 bilhões, conforme informou o presidente Britaldo Soares nesta sexta-feira.

"Renovamos o planejamento estratégico em 2011, e a previsão de investimento de 2012 a 2016 é de R$ 5,5 bilhões. Isso considerando o investimento orgânico no nosso negócio, não está o investimento em geração que é um dos nosso principais objetivos", disse o executivo que lidera as operações da AES Eletropaulo, AES Sul, AES Tietê e AES Uruguaiana, em teleconferência com a imprensa.

O Brasil é um dos países no qual o grupo AES Brasil prioriza a expansão, juntamente com o Chile, a Colômbia e os Estdos Unidos. Em 2011, o grupo investiu R$ 1,3 bilhão em seus ativos no país.

A prioridade de investimento em geração no Brasil considera aquisição de ativos de energia eólica e termelétricos, mas o executivo disse que a empresa não descarta investimento em hidrelétricas.

"O foco nosso, principalmente, é em termelétrica e eólica. Não quer dizer que a gente não vá fazer qualquer investimento em novas hidreletricas. Vamos avaliar as oportunidades que vierem a fazer sentido", disse ao afirmar que a empresa já tem analisado oportunidade de aquisiçào de ativos em energia eólica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.