Tamanho do texto

Governo do Paraná justificou a mudança com a necessidade de agilizar a modernização do porto

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) terá novo superintendente a partir de segunda-feira. Sai o engenheiro civil Airton Vidal Maron, que estava no cargo desde janeiro do ano passado, e entra o administrador de empresas Luiz Henrique Dividino, que ocupava a função de diretor-presidente do terminal da Ponta do Félix, em Antonina.

O governo do Paraná justificou a mudança com a necessidade de agilizar a modernização do porto de Paranaguá. Dividino, que é curitibano, tem 48 anos de idade e atua na área portuária há 24 anos. Ele começou a carreira no porto de Santos (SP) e trabalhou por 14 anos em Paranaguá. Atuou nas áreas de planejamento, tecnologia, comercial e foi diretor de operações da Appa.

"A iniciativa privada espera um ritmo forte de investimentos e é isso que vamos fazer", disse Dividino, em nota. Maron acumula 32 anos na Appa, onde também ocupou diversos cargos. Quando assumiu a superintendência, encontrou passivos trabalhistas que somavam R$ 350 milhões.

De lá para cá, trabalhou em um plano de investimentos orçado em R$ 2 bilhões e que prevê ampliação dos berços de atracação e reestruturação do corredor de exportação de grãos. O trabalho de superintendente do porto é acompanhado de perto pelo irmão do governador Beto Richa (PSDB), José Richa Filho, conhecido como Pepe Richa. Ele é secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.