Tamanho do texto

Gasoduto deve começar a operar em 2015 e expectativa é de aumentar oferta de gás em 63 bilhões de metros cúbicos para grande parte da Europa

Agência Estado

A empresa russa Gazprom concordou oficialmente em construir um gasoduto de alto custo que poderá entregar gás russo para uma grande parte da Europa. O gasoduto South Stream, financiado pela Gazprom, ENI da Itália, EDF da França e Wintershall da Alemanha, está previsto para começar a operar em 2015, elevando a oferta de gás a 63 bilhões de metros cúbicos anualmente para os Bálcãs, Áustria e Itália.

A empresa com sede em Moscou afirmou nesta quinta-feira que assinou o último acordo de investimento com os parceiros europeus, confirmando o começo da construção para o mês que vem. Os detalhes financeiros do acordo não foram divulgados.

O gasoduto deverá ter duas ramificações saindo da Rússia sob o Mar Negro. Em uma delas, a Gazprom levará gás para Bulgária, Sérvia, Hungria, Eslovênia, Áustria e Itália. Em outra, o South Stream atingirá a Croácia e a Grécia. As informações são da Associated Press.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.