Tamanho do texto

Empresa terá perdas se optar pela renovação antecipada e condicionada de suas concessões elétricas que vencem em 2015 e 2017

Reuters

SÃO PAULO - A Eletrobras terá uma perda anual de R$ 9,6 bilhões em receita se optar pela renovação antecipada e condicionada de suas concessões elétricas que vencem de 2015 a 2017, segundo dados divulgados pela estatal federal de energia nesta quarta-feira (14).

LEIA TAMBÉM:
"Governo tem destruído valor da Eletrobras", diz conselheiro
Conta de luz cai 20% mesmo sem algumas elétricas, diz Mantega

Em seu demonstrativo de resultado, a empresa informou ainda que tem um valor residual contábil de R$ 18,5 bilhões para ativos de transmissão de energia e de R$ 14,3 bilhões em geração, num total de cerca de R$ 32,8 bilhões.

Esse montante se compara aos R$ 14 bilhões oferecidos pelo governo à companhia como indenização por investimentos não depreciados no processo de renovação das concessões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.