Tamanho do texto

As 21 melhores ligações do País têm pelo menos 80% de suas extensões geridas pela iniciativa privada e São Paulo domina lista da Confederação Nacional do Transporte

Agência Estado

As 21 melhores ligações rodoviárias do País têm pelo menos 80% de suas extensões geridas pela iniciativa privada. O ranking foi elaborado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), que avaliou 95.707 quilômetros (km) de rodovias federais e os principais trechos estaduais.

As estradas paulistas lideram o ranking, ocupando as seis primeiras colocações. A melhor delas é a ligação São Paulo - Limeira (SP-310/BR-364, SP-348), seguida por São Paulo - Espírito Santo do Turvo (SP-255, SP-280/BR-374), Bauru - Itirapina (SP-225/BR-369), Barretos - Bueno de Andrade (SP-326/BR-364) e Ribeirão Preto - Borborema (SP-330/BR-050).

O primeiro trecho rodoviário com menos de 80% de extensão administrado pela iniciativa privada aparece apenas em 22º lugar no ranking da CNT. Trata-se da BR-471 entre os municípios gaúchos de Rio Grande e Chuí.

Já a pior ligação rodoviária do Brasil está localizada em Goiás, no trecho da GO-174 que une as cidades de Rio Verde e Iporá.