Tamanho do texto

Claro, Oi, Vivo e TIM adquiriram licenças nacionais , enquanto Sky e Sunrise compraram lotes regionais para banda larga. Ao menos 50% das torres serão compartilhadas

Agência Estado

As principais operadoras de telefonia do País assinaram nesta terça-feira os contratos da quarta geração (4G) com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Claro, Oi, Vivo e TIM adquiriram licenças nacionais no leilão realizado em julho, enquanto Sky e Sunrise compraram lotes regionais para banda larga - também no espectro de 2,5 gigahertz (GHz). Além disso, as companhias assinaram nesta terça um acordo para compartilhamento de pelo menos 50% das torres da nova tecnologia.

"O Brasil é o primeiro país da América Latina a entrar no 4G. Vivemos um momento no qual o mercado de redes sociais e aplicativos demandam mais banda de dados e mais espectro, e o Brasil tem todas as condições de estar na vanguarda do desenvolvimento tecnológico de telecomunicações", afirmou o presidente da Anatel, João Rezende.

Segundo ele, a indústria do setor deve investir cerca de R$ 4 bilhões em novas contratações no País nos próximos 24 meses, graças à obrigação de conteúdo nacional na implementação das novas redes. As redes 4G devem estar funcionando até abril do de 2013 nas cidades da Copa das Confederações e até o fim do próximo ano em todas as sedes e subsedes da Copa do Mundo de 2014.

Rezende lembrou que a Anatel deve aprovar em breve o Plano Geral de Metas de Compartilhamento (PGMC), com regras mais específicas para o compartilhamento de infraestrutura, mas acrescentou que o acordo firmado nesta terça deve garantir que pelo menos metade das torres de 4G seja compartilhada. "Isso vai melhorar o serviço, baixar o custo de infraestrutura e propiciar que as empresas consigam superar o desafio urbano", completou.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.