Tamanho do texto

Grupo é um dos mais afetadas pela renovação condicionada e antecipada das concessões do setor elétrico, pois 67% dos ativos de geração que estão para vencer

Reuters

As empresas de geração e transmissão de energia da Eletrobras afetadas pela medida provisória sobre renovação das concessões do setor elétrico entregaram à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) seus pedidos para que mantenham os ativos, informaram fontes do grupo.

Segundo a assessoria de imprensa da Eletrosul, o pedido foi enviado na quinta-feira passada, dia 11. Já a Eletronorte entregou o pedido nesta segunda-feira, segundo informações da assessoria de imprensa.

No caso da Chesf, uma fonte da empresa que preferiu não se identificar disse que a solicitação foi encaminhada nesta segunda-feira e envolve todos os ativos da empresa que precisavam ser renovados, o equivalente a 91% de seu parque gerador e 99% da rede de linhas de transmissão.

O prazo para manifestar o interesse em renovar as concessões termina nesta segunda-feira.

Furnas, também da Eletrobras, informou na última quinta-feira que já entregou o pedido.

A Eletrobras é uma das empresas mais afetadas pela renovação condicionada e antecipada das concessões do setor elétrico que venceriam de 2015 a 2017, sendo que 67% dos ativos de geração que estão para vencer, ou 15 mil megawatts (MW) são do grupo, além de ativos de transmissão e distribuição.

(Por Leonardo Goy e Anna Flávia Rochas)