Tamanho do texto

Plano de gastos revisado teria uma queda de quase 18% no investimento ferroviário inicialmente previsto

Reuters

A China cortou investimentos ferroviários planejados em 500 bilhões de iuans (US$79,5 bilhões) para 2,3 trilhões de iuans em um plano de cinco anos até 2015, segundo informação do jornal Economic Information Daily desta terça-feira, mas isso pode atingir cortes em gastos que já ocorreram.

Em 2011, primeiro ano do plano de cinco anos, os investimentos ferroviários caíram fortemente depois de um acidente fatal e da demissão de um ministro e de funcionários do ministério.

Mas o governo vem tentando impulsionar investimentos no setor, desde então, com a aprovação de projetos e de arrecadação de dinheiro por parte do ministério através de títulos corporativos.

O ministério das Ferrovias disse em julho que quer aumentar os gastos em 64 bilhões de iuans (US$10 bilhões) para 580 bilhões de iuans em 2012, um aumento de 12,4% dos iniciais 516 bilhões de iuans.

O plano de gastos revisado teria uma queda de quase 18% no investimento ferroviário inicialmente previsto em 2,8 trilhões de iuans, de acordo com o jornal.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.