Tamanho do texto

Influenciaram o resultado as elevadas temperaturas durante o mês e a melhora no desempenho da indústria após estímulos do governo contra a crise financeira

Agência Estado

O consumo de energia do Sistema Interligado Nacional cresceu 3,5% em setembro em relação a setembro de 2011, informou nesta segunda-feira o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Com relação a agosto deste ano, houve alta de 1,1%. No acumulado dos últimos 12 meses, o consumo apresentou uma variação positiva de 3,6% em relação ao mesmo período anterior.

Segundo a ONS, influenciaram o resultado as elevadas temperaturas durante o mês, por causa do fenômeno El Niño, e o comportamento da indústria, que demonstra uma melhora do seu desempenho, em decorrência dos estímulos do governo, como desoneração fiscal, crescimento do crédito e queda de juros.

"Cabe ressaltar que o nível de utilização da capacidade instalada (NUCI) da indústria, segundo a FGV - Fundação Getúlio Vargas, atingiu 84,1% em setembro, ante 84,0% registrados em agosto, o que indica uma melhora do resultado da indústria. Esse resultado supera a média dos últimos cinco anos (83,7%)", disse.

No Sudeste/Centro-Oeste, a carga de energia cresceu 3,1% em relação a setembro de 2011. Com relação ao mês de agosto, a alta foi de 1,4%. No Sul, houve alta de 3,8% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior. Com relação a agosto, houve queda de 2,5%, por causa de redução de temperaturas.

O crescimento foi maior no Nordeste, alta de 6,3% em relação a setembro de 2011 e de 3,8% conta agosto de 2012, resultados impulsionados pelo bom desempenho econômico da região. No Norte, o crescimento foi de 0,2% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.