Tamanho do texto

Terminal do Porto de Santos poderá operar simultaneamente três ou quatro navios

Agência Estado

A Brasil Terminal Portuário (BTP), no Porto de Santos, litoral do Estado de São Paulo, poderá operar simultaneamente três ou quatro navios. "Nossa meta é realizar movimentos por hora por equipamento", disse nesta quarta-feira o presidente da empresa, Henry Robson.

Leia também:  Um navio estacionado na porta de casa

O terminal deve entrar em operação no primeiro trimestre do próximo ano, provavelmente em março, com capacidade anual de 1,2 milhão de TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés). Segundo ele, o cais do terminal foi construído com 17 metros de profundidade, mas começará operar com 15 metros.

Em 2014, o terminal também passará a movimentar granéis líquidos e sua capacidade será de 1,4 milhão de toneladas por ano A BTP, joint venture entre as empresas Terminal Investment Limited (TIL) e APM Terminals, foi constituída em 2007 para construir e operar o terminal, que tem área total de 490 mil metros quadrados e cujos investimentos somarão R$ 1,8 bilhão (aproximadamente R$ 360 milhões apenas em equipamentos).

O valor foi 60% financiado pelo International Finance Corporation (IFC), braço do Banco Mundial voltado à promoção do investimento do setor privado de países em desenvolvimento, e mais outros oito bancos. Questionado sobre se existe a possibilidade de a BTP abrir capital, o presidente da empresa disse que essa "não é a intenção dos acionistas".