Tamanho do texto

A Vivendi pagou US$ 4 bilhões pela GVT em 2009; venda, segundo analistas, poderia interessar, além da Telecom Italia, a Telefonica, o grupo Oi

Reuters

Maior empresa de telecomunicações da Itália, a Telecom Italia afirmou nesta sexta-feira que não está examinando a possível aquisição da GVT, empresa de telefonia da Vivendi no Brasil.

"Nós não temos nenhum dossiê em vista no momento", disse Marco Patuano, diretor executivo da Telecom Italia, a repórteres durante uma coletiva de imprensa na cidade de Cernobbio, na Itália, quando foi questionado sobre o interesse da empresa na GVT.

Vivendi pagou US$ 4 bilhões pela GVT em 2009. A venda, segundo analistas, poderia interessar, além da Telecom Italia, a Telefonica, o grupo Oi.