Tamanho do texto

Segundo a nova gestora do aeroporto, foi reservada em frente ao terminal quatro um área para a construção da estação que fará parte da linha 13 - Jade da CPTM


O novo plano diretor do aeroporto internacional de Guarulhos, que vai orientar a expansão do empreendimento pelos próximos 20 anos, prevê mudanças radicais no que diz respeito ao acesso. A principal delas, e com chances de sair mais rápido, é a integração com a malha metroviária da cidade. De acordo com Antonio Miguel Marques, presidente da concessionária Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A., que está assumindo a administração do aeroporto de Guarulhos, já há uma área em frente ao terminal quatro reservada para uma estação da linha 13-Jade, da CPTM, que o governo estadual pretende licitar até o final deste ano.

Leia também:  Terminal 3 de Guarulhos vai ter shopping center e hotel cinco estrelas

Segundo Marques, existe em estudo ainda a possibilidade de que o aeroporto tenha mais uma estação na mesma linha, provavelmente em frente ao terminal três. Mas isso continua em aberto. 

Questionado se acha que a linha, que fará a ligação com a estação Brás, estará pronta até a Copa, Marques limitou-se a dizer que está é a expectativa do governo estadual.

O executivo disse também que, pelo outro lado do aeroporto, deverá chegar uma das alças de ligação com o tramo do norte do rodoanel Mário Covas, em processo de licitação.

Leia mais:  Concessionária do aeroporto de Cumbica projeta triplicar receita em cinco anos

A expectativa é de que pelo aeroporto, que neste ano deverá ter movimento de 32 milhões de pessoas, circulem em 2031 por volta de 60 milhões de passageiros. Com a expansão, o número de pessoas que trabalham na área do aeroporto também deverá crescer significativamente.

Hoje,  entre funcionários da Infraero (1,5 mil), da Receita Federal, das companhias aéreas, prestadores de serviço de todas as áreas, funcionários de empresas de comércio e serviços instaladas no local, são mais de 30 mil pessoas, nas contas de Marques. Só a entrada em operação do terminal três, calcula, vai agregar 600 funcionários diretos e mais de 9 mil indiretos.