Tamanho do texto

Esta será a periodicidade das avaliações da implantação dos planos bianuais apresentados pelas operadoras

Valor Online

Bruno Ramos, superintendente da Anatel
Divulgação
Bruno Ramos, superintendente da Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) prevê uma melhora mais consistente nas redes das operadoras de celular, a partir do plano de ação a ser apresentado à agência, no prazo de até seis meses. A avaliação foi passada pelo superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos.

“Os reflexos de melhoria na qualidade da rede devem aparecer no prazo de seis meses”, afirmou Ramos após reunião com representantes da Oi. Ele disse que, a cada seis meses, a Anatel fará a análise de desempenho das operadoras a partir do cumprimento das ações propostas para os próximos dois anos.

Os planos de melhoria na qualidade dos serviços móveis (voz e internet) já começaram a ser a apresentados pelas operadoras esta semana. Estes planos estão previstos na medida cautelar da Anate que proíbe, a partir de segunda-feira (23), a venda de novos planos de serviços pela TIM, Oi e Claro. Mesmo sem serem punidas com a proibição nas vendas de chips de celulares, Vivo, Sercomtel e CTBC também deverão apresentar um plano de melhoria na qualidade do serviço.