Tamanho do texto

Contrato tem valor total de R$ 1,477 bilhão e prevê a construção de duas linhas, com percurso total de 28 quilômetros, na região metropolitana da capital mato-grossense

A licitação para a construção de veículo leve sobre trilhos (VLT) na região de Cuiabá (MT) foi vencida pelo Consórcio VLT Cuiabá, composto pelas empresas brasileiras CR Almeida e Santa Bárbara e pela espanhola Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles (CAF), pelo montante de R$ 549 milhões.

Leia também:  Conheça as diferentes modalidades de transporte público urbano

De acordo com uma nota divulgada pela empresa, o acordo corresponde a um contrato do tipo "turn key" (quando a empresa contratada precisa entregar a obra em condições de pleno funcionamento). O acordo prevê a construção da obra, o sistema eletromecânico e a entrega de 40 unidades de sete módulos do novo veículo para a região metropolitana de Cuiabá.

As obras têm importância estratégica, já que esse será o primeiro sistema de VLT "turn key" da América Latina e a grande aposta de desenvolvimento para o transporte de passageiros em Cuiabá, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014.

O contrato foi assinado com o governo do Mato Grosso através da Secretaria Extraordinária da Copa 2014 (Secopa) e tem valor total de R$ 1,477 bilhão, dos quais R$ 540 milhões serão destinados à CAF, que desenvolveu a plataforma para o veículo.

O projeto corresponde a VLTs de última geração, com percurso 100% subterrâneo, que atenderá a 28 quilômetros divididos em duas linhas da área metropolitana de Cuiabá: Aeroporto-Centro Político Administrativo (CPA) e Centro-Coxipo. O investimento será o primeiro dos novos projetos de VLT desenvolvidos nos próximos anos no país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.