Tamanho do texto

Segundo presidenta, percentual deixa o país "muito à frente do resto do mundo, que tem uma matriz concentrada em fontes fósseis de energia"

A presidente Dilma Rousseff afirmou, nesta segunda-feira, que 45% da matriz energética brasileira é renovável, já que é produzida por usinas hidrelétricas e por biocombustíveis.

LeiaReforçando coro contra austeridade, Dilma vai ao México para reunião do G20

"Um percentual que nos deixa muito à frente do resto do mundo, que tem uma matriz concentrada em fontes fósseis de energia. Ou seja, em energia de carvão, petróleo ou energia nuclear. Veja só a diferença, a média internacional do uso de fontes renováveis é 13%", disse a presidente no programa de rádio "Café com a Presidenta".

MaisEólica seguirá como energia complementar, diz presidente da Eletrobras

Segundo Dilma, essa característica do Brasil será ressaltada na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que prossegue até sexta-feira no Rio de Janeiro. "O Brasil também vai mostrar a nossa mais valiosa experiência, reconhecida mundialmente, que foi reduzir a pobreza com crescimento econômico e proteção ao meio ambiente", completou ela. 

Confira a página sobre a Rio+20

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.