Tamanho do texto

Marca sul-coreana continua atrás das rivais japonesas Nissan e Honda

Hyundai Veloster, um dos modelos à venda no Brasil
Divulgação
Hyundai Veloster, um dos modelos à venda no Brasil
A Hyundai, a maior montadora da Coreia do Sul, teve alta de 28% nas vendas mundiais em fevereiro em relação a um ano antes, ajudadas pelas vendas fora do país de origem.

As vendas da montadora nos Estados Unidos atingiram um recorde mensal em fevereiro, com as vendas crescendo 18% em um mercado que se expandiu 16%. A montadora não especificou as vendas em outros países.

Apesar desse crescimento, a companhia ainda fica atrás de rivais como Nissan e Honda em vendas nos Estados Unidos.

A Coreia do Sul é um mercado cativo para Hyundai e a afiliada Kia Motors, que controlam cerca de 80 por cento do mercado local.

Mas o mercado automotivo sul-coreano deve encolher neste ano. Hyundai e Kia enfrentam grande concorrência de carros importados por causa de acordos de livre comércio com Europa e Estados Unidos.

As vendas da Hyundai em outros países subiram 32,5%, para 307.332 unidades em fevereiro, contra 231,879 no mesmo mês do ano passado. As vendas domésticas subiram levemente para 53.647, ante 49.405 um ano antes.

(Por Hyunjoo Jin)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.