Tamanho do texto

SÃO PAULO - A fabricante de celulares Motorola apresentou um lucro líquido de US$ 109 milhões (US$ 0,05 por ação) no terceiro trimestre deste ano

SÃO PAULO - A fabricante de celulares Motorola apresentou um lucro líquido de US$ 109 milhões (US$ 0,05 por ação) no terceiro trimestre deste ano. A soma é mais de nove vezes superior ao ganho líquido de US$ 12 milhões registrado em igual período de 2009. A receita da empresa totalizou US$ 5,8 bilhões, o que representa um avanço de 6% sobre a receita de US$ 5,4 bilhões registrada em igual período do ano passado. Excluindo a unidade de equipamentos de telecomunicações, em processo de aquisição pela joint venture Nokia Siemens Networks, a receita da empresa atingiu US$ 4,9 bilhões no terceiro trimestre, um crescimento de 13% na comparação com o resultado de US$ 4,3 bilhões registrado entre julho e setembro de 2009. A companhia creditou a aceleração nos lucros às vendas de dispositivos móveis, que atingiram a lucratividade pela primeira vez em três anos, especialmente quanto a aparelhos equipados com o sistema Android, do Google, destacou o co-diretor-executivo da Motorola Mobility, Sanjay Jha. "Os aparelhos [da linha] Droid continuam a vender extremamente bem e tivemos outros lançamentos bem-sucedidos de smartphones globalmente, incluindo as séries Droid 2 e Ming, na China, bem como a introdução, bem recebida, do Droid Pro para empresas", comentou o executivo. As vendas do segmento de dispositivos móveis atingiram US$ 2 bilhões no terceiro trimestre - avanço de 20% em um ano. Segundo a Motorola, foram comercializados 9,1 milhões de celulares, incluindo 3,8 milhões de smartphones, entre julho e setembro. Para o quarto trimestre de 2010, a empresa prevê apresentar ganhos por ação entre US$ 0,14 e US$ 0,16, excluindo a operação vendida à Nokia Siemens Networks. (Daniela Braun | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.