Tamanho do texto

Empresa e governo estadual assinaram protocolo de intenção para projeto de minério de ferro

selo

O governo de Minas Gerais e a mineradora Vale assinaram hoje protocolo de intenção para investimentos de R$ 560 milhões. Os recursos serão usados no projeto de uma mina de minério de ferro nos municípios de Serranópolis de Minas, Riacho dos Machados, Grão Mogol e Rio Pardo de Minas, e consolida o norte do Estado como uma nova fronteira mineral. O novo empreendimento da Vale irá produzir e comercializar minério tipo fino comum, granulado e pellet feed (tipo de minério concentrado).

Segundo nota à imprensa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, em janeiro deste ano começou o processo de licenciamento ambiental, enquanto a pesquisa geológica adicional deverá começar em agosto de 2011.

A partir de 2014, a capacidade inicial de produção deverá ser de 200 mil toneladas de minério tipo granulado, enquanto deverão ser produzidas 400 mil toneladas de minério fino comum, utilizando beneficiamento a seco. As pesquisas em andamento para levantamento das reservas apontam um potencial de produção da ordem de 600 mil toneladas de minério de ferro por ano.

Em março de 2010, a empresa assinou protocolo de intenções com o governo de Minas Gerais para investimentos de R$ 9,4 bilhões distribuídos em três empreendimentos no Estado: a Mina Apolo e as usinas Conceição-Itabiritos e Vargem Grande-Itabiritos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.