Tamanho do texto

Empresário Robson Andrade, de Minas Gerais, assume nesta sexta-feira comando da entidade patronal

O empresário Robson Andrade toma posse nesta sexta-feira como presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI). É a primeira vez que um mineiro, em mais de cinco décadas, assume a entidade patronal. O último foi Euvaldo Lodi, fundador e primeiro presidente da CNI. 

Em entrevista ao colunista do iG Guilherme Barros, Andrade defendeu a reforma tributária, incluindo a desoneração dos investimentos. Além de pedir uma atenção aos investimentos em infraestrutura, o empresário pediu uma atenção do governo na questão cambial, um fator que afeta a competitividade da indústria brasileira. Ele disse que a valorização do câmbio é uma ameaça à indústria e não se trata de chororô de empresário.

Robson Andrade falou ainda sobre o 5º Encontro Nacional da Indústria, que se realizará nos dias 1 e 2 de dezembro e pela primeira vez em São Paulo.

A festa de posse da nova diretoria da CNI só ocorrerá no dia 17 de novembro. Com a presença de 1.500 empresários, além do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a nova diretoria terá mandato de quatro anos.

Confira a entrevista, em duas partes:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.