Tamanho do texto

Presidente da unidade de minério de ferro da companhia afirma que projeto orçado em R$ 8,6 bilhões terá aumento de 15%

selo

Orçado em US$ 5 bilhões (R$ 8,6 bilhões), o projeto Minas-Rio da Anglo American pode sofrer um aumento de 15%, informou nesta segunda-feira o novo presidente da unidade de minério de ferro da companhia no Brasil, Paulo Castellani Porchia.

Segundo ele, o ajuste reflete a demora na obtenção dos licenciamentos e a forte demanda por equipamentos e serviços voltados à infraestrutura no País, o que acaba elevando os custos do projeto. O executivo revelou ainda que, de 2007 até 2013, o investimento da mineradora no País somará cerca de US$ 14 bilhões, sendo que US$ 7 bilhões correspondem ao pagamento feito pelos ativos adquiridos da empresa de mineração do empresário Eike Batista, em 2008.

Previsto inicialmente para produzir 26,5 milhões de toneladas, o projeto Minas-Rio inclui uma mina, um mineroduto, uma planta de beneficiamento e um porto. Segundo ele, o maior desembolso do projeto será feito este ano: US$ 2 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.